Crónicas

As 5 conclusões que importa retirar da 7ª jornada da I Liga

As 5 conclusões que importa retirar da 7ª jornada da I Liga:
1. O FC Porto goleou o Belenenses por 4-0 e continua a liderar o campeonato nacional. Nesta prova soma 14 vitórias consecutivas no Dragão e sem sofrer qualquer golo! Esta vitória permite capitalizar a estrondosa exibição e vitória perante o Chelsea e permite encarar com toda a tranquilidade as próximas semanas em que pára o campeonato.
2. O segredo da vitória esteve na determinação com que a equipa entrou em campo e na intensidade posta no jogo desde o 1º minuto. Aliás, este foi um dos jogos mais consistentes e homogéneos do FC Porto que manteve a bitola durante 90 minutos. A diferença esteve na eficácia: na 1ª parte a equipa desperdiçou 4 ou 5 oportunidades de golo, na 2ª concretizou 4 das 5 oportunidades que teve.
3. A defesa esteve segura (mesmo depois da saída de Maicon), o meio campo controlou o jogo e manteve a rotação sempre alta (atenção a este sector do FC Porto!) e o ataque foi sempre dinâmico e desequilibrador. Claro que podemos destacar o jogo e a classe do Brahimi ou os 4 golos em 4 jogos do Corona ou o 1º golo do Osvaldo ou a inteligência e qualidade do André mas a realidade é que foi a equipa no seu conjunto que fez pela vitória e que a mereceu.
4. Foi bonito ver o Rúben Neves com a braçadeira de capitão (as rápidas melhoras para o Maicon). Este miúdo de apenas 18 é já uma certeza do futebol mundial. Pura classe!
5. Os golos de bola parada voltaram esta época e não pode ser obra do acaso.
O Maxi Pereira tem uma média de cartões amarelos que é o dobro da média que tinha quando jogava no Slb. Também não é obra do acaso.
Não deixem de me seguir no Twitter em https://twitter.com/jfernandorio

Adiciona um comentário