Noticias

Benfica lança comunicado a defender cidadão Paulo Gonçalves

O Benfica criticou “o silêncio” e a “a tentativa grotesca de desvalorizar” o encontro de Fernando Madureira e Paulo Gonçalves num restaurante, em que o líder dos Super Dragões ameaçou o antigo assessor jurídico da SAD encarnada. Na sua newsletter diária o clube da Luz constata que “a face do crime organizado ficou ainda mais visível”.

“Sucessivos apedrejamentos a camionetas com adeptos do Benfica, provocando ferimentos graves. A invasão da Loja do Benfica no Mar Shopping, em Matosinhos. A invasão do centro de treinos de árbitros, na Maia. As ameaças e coação sobre árbitros e suas famílias. Este histórico recente conheceu ontem mais um momento degradante com novas ameaças do líder dos Super Dragões. O silêncio, a inação e a tentativa grotesca de desvalorizar o episódio só alimentam a impunidade de quem se gaba de estar acima da lei. A partir de ontem, a face do crime organizado ficou ainda mais visível”, escrevem os encarnados.

Fonte: Record.pt

Adiciona um comentário