Declarações Noticias

Carlos Pereira e a alegada denúncia: “Forma cobarde de procurar ganhar a qualquer preço”

Carlos Pereira veio a público falar de uma alegada denúncia anónima que visa o guarda-redes Amir e negou a existência de dívidas do FC Porto relativas à contratação de Marega.
Carlos Pereira insurgiu-se contra as notícias que davam conta de uma denúncia anónima sobre um alegado aliciamento a Amir, tendo em vista o jogo com o FC Porto. O presidente do Marítimo classificou a situação de “lamentável” e garantiu que os relatos só motivaram o guarda-redes madeirense.

“Quanto a esta falsa notícia, lançada não sei por quem, não vem afetar o grupo em nada. Acho lamentável que uma notícia destas seja lançada”, atirou Carlos Pereira aos jornalistas, à margem da reunião do G15.

“Esta denúncia é uma forma miseravelmente cobarde de procurar ganhar a qualquer preço e não abona nada o futebol português. Se alguém pretendeu perturbar o Amir, apenas conseguiu que ele ainda mais se motivasse para o jogo. Esta pode ser também uma forma de procurar desestabilizar a equipa, mas certamente que não o vão conseguir”, afirmou o líder maritimista ao DN Madeira.

O presidente do Marítimo também veio negar a existência de dívidas do FC Porto relativas à contratação de Marega. “As situações com o FC Porto estão normalizadas. Nego, de forma perentória, que tenha existido qualquer contato com o FC Porto, nem agora nem ontem. Isto é um vale tudo que abomino e que deveria ser abolido do nosso futebol”, acrescentou.

Adiciona um comentário