Noticias

Eder Militão não sai em janeiro, garante Pinto da Costa

Líder dos dragões não teme “perder ninguém no mercado de inverno” e reafirma que quer renovar com Herrera e Brahimi.

O presidente do FC Porto nega que o defesa-central brasileiro Éder Militão esteja de saída do clube campeão nacional de futebol, em declarações durante o jantar de Natal da comissão de honra de apoio à candidatura.

“Falou-se de um ou dois clubes, que tiveram o cuidado de telefonar, mas disseram-me que era mentira. Em janeiro não sairá, estamos a tentar renovar o contrato para aumentar a cláusula de rescisão (atualmente de 50 milhões de euros). Chegou há três meses e ninguém pensava no Militão. É com estes jogadores que queremos ir até ao final da época”, disse Pinto da Costa.

O líder dos dragões admitiu ainda que não teme “perder ninguém no mercado de inverno” e mostrou-se satisfeito que os jogadores do FC Porto estejam a ser alvo de cobiça.
“Não temo perder ninguém. É natural que os nossos jogadores estejam a ser vistos. Todos os jogadores que estão a disputar a ‘champions’ a este nível estão a ser vistos. É do futebol. É normal”, referiu.

O dirigente assegurou ainda que “da parte do FC Porto há vontade para renovar com Brahimi e Herrera”, mas desafiou os jornalistas a perguntar se esse era o desejo dos jogadores.

Pinto da Costa marcou presença no jantar de natal da comissão de honra de apoio à candidatura e agradeceu o apoio de quem tem sido alvo, recordando os tempos mais difíceis.

O dirigente do emblema ‘azul e branco’ lembrou todos os que estiveram presentes numa altura em que o FC Porto “pouco ganhou” e admitiu que foram esses que lhe deram confiança para continuar na frente do clube.

“Quero agradecer a presença aos que estiveram cá há um, dois, três, quatro anos, quando o FC Porto pouco ganhava e me transmitiam sempre confiança, uma fé de que iríamos entrar novamente no trilho das vitórias. Foi muito importante para mim”, afirmou no discurso.

Pinto da Costa foi ainda abordado em relação à saída de José Mourinho do Manchester United: “Toda a gente sabe a estima que tenho pelo José Mourinho. Já estava a espera da sua saída. Não tive pena como ele também não deve ter tido. Tenho a certeza que vai continuar a grande carreira dele noutro clube.”

Fonte: Rádio Renascença


Adiciona um comentário