Noticias

Estádio do Estoril está ILEGAL! Aqui estão as provas

A Lei que a Liga homologou obriga a que os clubes dotem os seus estádios de torniquetes e de câmaras de CCTV (circuito interno de vídeo-vigilância); na Amoreira não existem.
Os torniquetes servem para que os bilhetes, emanados para os jogos da Liga, sejam lidos de forma óptica (todos os bilhetes são munidos de código de barras), contabilizando também e para os serviços da Liga, o numero de adeptos presentes em cada jogo.
As câmaras de CCTV servem para monitorizar todo e qualquer incidente que venha a acontecer nos recintos desportivos.

Pergunta-se:
¬ A bancada da polémica tinha torniquetes?
A resposta é “Não!“; por isso mesmo é que os bilhetes foram rasgados à mão, num dos cantos, ou nem sequer foram rasgados- num claro incumprimento do Regulamento que a Liga fez aprovar pelos clubes.
¬ Onde é que estavam as câmaras de CCTV? Também não havia…
¬ Atenção que há mais, mas que vistoria é que foi feita pela comissão de que o Eng Fidalgo é responsável, e que deixa passar, nesse estádio, a ausência de dois items obrigatórios em todos os recintos desportivos?

Outro dos factores onde há desrespeito para com os adeptos do futebol, prende-se com as condições de entrada nos recintos onde, para além da ausência de torniquetes e de câmaras de CCTV, se constata a pouca presença de ‘stewards’. Esta situação origina que, 20 a 25 minutos depois do apito de incío do jogo e com este a decorrer, ainda se verifiquem filas enormes de adeptos que (des)esperam por entrar no estádio.
Foi assim em Moreira de Cónegos e também foi assim na Amoreira.
Porquê?
Os adeptos são o parente pobre para a Liga de Clubes?
Os dinheiros da TV e das multas sustentam o orçamento da Liga, para que desprezem a presença de adeptos nos campos de futebol?

Dr. Pedro Proença, faça um favor ao Futebol Português e coloque ordem “na caserna“.

Excerto do texto publicado no batalha1893 que podes ver abaixo:


Adiciona um comentário