Noticias

José Fernando Rio critica Pinto da Costa, Soares Dias e Vasco Santos

José Fernando Rio, candidato à presidência do FC Porto, criticou as atuações do árbitro e do VAR do jogo com o Rio Ave e apontou erros à mensagem de Pinto da Costa na última terça-feira.

José Fernando Rio, candidato à presidência do FC Porto, publicou na sua página do Facebook uma extensa mensagem onde aponta erros à mensagem transmitida por Jorge Nuno Pinto da Costa na segunda-feira, via entrevista ao Porto Canal.

O antigo comentador considera que o presidente dos dragões falhou na “mensagem e na forma” de transmissão da mesma. “Na época passada, já o disse, o que acabou por decidir a liga portuguesa foi um conjunto de decisões de equipas de arbitragem que beneficiaram o Benfica e prejudicaram o FC Porto. Na altura, o silêncio do dirigente máximo do clube foi ensurdecedor para os adeptos portistas. Todos aguardavam por uma palavra que nunca chegou. Uma nova época começou e de novo se sentiu para que lado soprava o vento. Tudo continuava igual. Até o silêncio sepulcral”, assinalou José Fernando Rio, que considera que as críticas de Pinto da Costa à arbitragem deveriam ter sido feitas através de um órgão de comunicação diferente:

“O Porto Canal é digno e é muito importante para o clube, mas uma intervenção desta natureza tinha de ser em canal aberto para que todo o país sentisse o peso das palavras do presidente. Tinha de ser uma conferência de imprensa aberta a todos os órgãos de comunicação social ou, então, uma entrevista em horário nobre na RTP, SIC ou TVI. Assim, houve meios de comunicação que deram a notícia mas sem imagens a acompanhar e outros que, pura e simplesmente, nem a deram. A mensagem perdeu força ou perdeu-se de todo”, assinalou o candidato à liderança azul e branca, que partilha a opinião de Pinto da Costa no que às atuações de Artur Soares Dias (árbitro) e Vasco Santos (VAR) no FC Porto-Rio Ave diz respeito.

“Tudo aquilo que o presidente do FC Porto disse na passada segunda-feira é verdade. (…) Claro que, mal o FC Porto pôs o pé no primeiro lugar, logo o quiseram deitar abaixo. Aquela arbitragem com erros crassos e vergonhosos de Soares Dias e Vasco Santos merecia uma declaração imediata, mais contundente e definitiva. Essa dupla tinha que, no mínimo, ser obrigada a pedir baixa ou férias para reflexão”, assevera José Fernando Rio.

fonte: ojogo.pt


Adiciona um comentário