Noticias

Lesão de Marega abre porta à cópia mais fiel: “Comparo-os um pouco”

André Pereira rendeu o maliano durante o “castigo”, mas os números do brasileiro são mais parecidos.

O patamar competitivo e o efeito que provoca no FC Porto podem ainda não ser os mesmos, mas Fernando Andrade tem tudo para “fazer de Marega” durante a ausência do maliano.

Dizer que o brasileiro é uma cópia do melhor marcador portista no campeonato, aliás, nem sequer é totalmente descabido. Carlos Pinto, o treinador que mais rendimento obteve do ex-Santa Clara até agora, não teve qualquer problema em fazê-lo para O JOGO no início de janeiro. “Comparo-o um pouco ao Marega, porque tem características muito parecidas e não é muito forte de cabeça. Também dá rendimento na ala, mas é muito mais forte no 4x4x2”, referiu na altura o técnico.

De resto, as estatísticas (descontando golos e assistências) que ambos apresentam no campeonato (incluindo o Santa Clara) são em tudo idênticas. No capítulo dos duelos ofensivos, nos quais Marega tem uma boa percentagem de sucesso (38,6), o reforço até apresenta números mais auspiciosos, aos quais junta ainda mais sprints conseguidos e uma maior tendência para o drible.

Durante o período em que Marega esteve afastado da equipa devido a problemas disciplinares, Sérgio Conceição deu a oportunidade a André Pereira e o português cumpriu… até se lesionar. Com o Moreirense, porém, é o brasileiro quem surge melhor posicionado para entrar no onze, já que Conceição nunca abdicou da sua utilização a partir do momento em que o teve à disposição. Com o Leixões, nos quartos de final da Taça de Portugal, até lhe deu a titularidade. Aí ficou em branco, mas desde então assinou dois golos (Benfica e Sporting) na Taça da Liga e ficou ligado a outro (Chaves) no campeonato.

Fonte: Ojogo.pt


Adiciona um comentário