Noticias

Mali de Marega está na CAN e FC Porto ganha por tabela

O Mali pode até perder o último jogo, com o Sudão do Sul, em 22 de março de 2019. A presença nos Camarões, em junho, está assegurada e o FC Porto também ganha por tabela.

Moussa Marega capitaneou a seleção do Mali que ganhou em casa do Gabão e confirmou o apuramento para a Taça de África das Nações que se vai jogar no próximo mês de junho, nos Camarões. O portista não foi decisivo (Moussa Doumbia, do Reims, fez o único golo do jogo), mas somou uma série de excelentes ações que só não resultaram em golo por ineficácia ou egoísmo dos colegas. O portista foi o avançado com mais bola dos malianos e ofereceu duas oportunidades claras de golo. Na primeira tocou de calcanhar para a entrada de um colega, que permitiu a defesa de Ovono, guarda-redes do Gabão. Na segunda iniciou um contra-ataque que ia dar 0-2 se Doumbia lhe tivesse devolvido a bola. No 2×0 frente ao guarda-redes gabonês, Doumbia optou por rematar mal quando era só tocar ao lado para o portista encostar. Marega não gostou e reclamou, mas o jogo terminou logo a seguir e a seleção festejou o apuramento que uma derrota complicaria ou, no mínimo, adiaria para março.

Agora, o Mali pode até perder o último jogo, com o Sudão do Sul, em 22 de março de 2019. A presença nos Camarões, em junho, está assegurada e o FC Porto também ganha por tabela. Desde logo porque até é possível que o selecionador aproveite o jogo de março para testar outras soluções e assim poupe Marega. Depois, porque lança o jogador numa montra sempre apetecível como é o CAN. Marega já tem vários clubes, especialmente ingleses, em cima dele e pode valorizar à luz de uma prova em cheio.

“Portista não marcou, mas apenas por ineficácia ou egoísmo dos colegas. Na estreia com a braçadeira, alinhou com o vimaranense Sacko, que também comemorou efusivamente no final”

Importante é também a confiança que o selecionador Mohamed Magassouba lhe deu, ao confiar-lhe pela primeira vez uma braçadeira que costuma ser de Diaby, avançado do Sporting, que desta feita ficou de fora. Sacko, lateral-direito do V. Guimarães, também jogou os 90 minutos em bom plano.

Mais um treino nas novas funções

No Mali como no FC Porto em noites de Liga dos Campeões, Marega jogou sozinho no eixo do ataque, como verdadeiro ponta de lança de referência. E na seleção como no clube, mostrou-se cada vez mais confortável a segurar os defesas para abrir espaços para os companheiros (foi assim no golo do triunfo maliano) e a jogar de costas para a baliza. Para Sérgio Conceição, que vê o FC Porto defrontar o Belenenses no dia 24, mas olha também já para o Schalke 04, dia 28, o jogo do atacante acaba por funcionar como mais um bom ensaio nas novas funções. Quando Diaby (Sporting) está disponível, Marega tem uma companhia mais efetiva do que a que dispôs ontem.

Fonte: Ojogo.pt


Adiciona um comentário