Noticias

Mangala já está em Portugal

Central francês apresenta-se para fazer exames médicos e acertar os últimos detalhes antes de se tornar reforço do FC Porto.

Mangala chegou na quinta-feira a Portugal, via aeroporto de Lisboa, e o regresso ao Dragão está cada vez mais próximo. O defesa tem as questões contratuais resolvidas com a SAD e já terá acordo com o Manchester City para se poder tornar jogador do FC Porto.

Assim que os exames médicos confirmem não haver qualquer problema físico que se torne um entrave à mudança, tudo indica que a oficialização do regresso aconteça muito em breve, provavelmente ainda até ao final desta semana. Os azuis e brancos preparam-se assim para reforçar a defesa a custo zero e fazer de Mangala a primeira contratação de 2019/20. Recorde-se que para que o internacional francês possa tentar relançar a carreira no FC Porto, o ordenado que auferia no Manchester City baixou substancialmente, de modo a ajustar-se à realidade dos dragões.

Para além disso, o facto de a SAD estar para garantir um reforço a custo zero vai permitir concentrar os meios financeiros à disposição no reforço de posições – casos de Brahimi e Herrera, por exemplo, que deixam o clube a custo zero e cujas saídas terão de ser colmatadas – onde não haverá outro remédio se não ter de abrir mesmo os cordões à bolsa para garantir os jogadores com o nível desejado por Sérgio Conceição.

Com o plantel a precisar de uma reformulação mais profunda que permita fazer face a várias saídas, a SAD terá de ser muito criteriosa nas suas investidas junto dos alvos já definidos e que têm levado os responsáveis do clube a movimentar-se no mercado, no sentido de os assegurar o quanto antes. Há várias posições para reforçar e cerca de um mês para gerir antes do regresso aos treinos, altura em que Sérgio Conceição quererá ter o grupo todo, ou quase todo, definido, até pela necessidade que terá de trabalhar várias situações por causa da chegada de vários reforços. Mangala será o primeiro, mas os próximos dias vão trazer mais novidades em todos os sectores da equipa.

Fonte: Ojogo.pt




Adiciona um comentário