Noticias

Negócio por Éder Militão pode servir para abater dívida

O FC Porto está interessado em Éder Militão, defesa polivalente do São Paulo, e segundo o Record até já terá entrado em contacto com a equipa brasileira através de um intermediário. O facto de Militão estar em final de contrato com a equipa tricolor pode facilitar o negócio aos dragões.

O contrato de Éder Militão termina em dezembro deste ano e esse facto pode facilitar o negócio à equipa portuguesa, visto que, segundo a imprensa brasileira, não se espera que o jogador do São Paulo renove o vínculo com o seu clube. Esta situação permite que o FC Porto possa ir buscar o atleta a custo zero, mas, nesta hipótese, a transferência só se realizaria em janeiro do próximo ano.

Significa então que, se o FC Porto quiser contar com Militão desde o início da próxima temporada, terá de chegar a um entendimento com os dirigentes do São Paulo, o que não se espera que seja feito por um valor acima dos dois milhões de euros.

Este negócio poderá ainda ser facilitado devido ao facto de os dois clubes terem realizado vários negócios recentemente e haver dívidas por abater, de parte a parte. O São Paulo deve ao FC Porto cerca de 8,8 milhões de euros, referentes à venda de Maicon (12 milhões), e que poderão ser usados para abater com o valor que ficar acordado entre os dragões e a equipa brasileira por Éder Militão.

Por outro lado, os portistas também devem 6 milhões de euros à equipa tricolor, pelas aquisições de Luizão e Inácio para a sua equipa B.

Éder Militão é um defeca central, mas que ao longo da sua formação desempenhou também bastantes vezes o papel de médio-defensivo. Já na equipa sénior do São Paulo, o polivalente brasileiro começou ainda a ser utilizado como defesa-direto, o que pode ser bastante útil ao FC Porto devido às esperadas saídas de vários jogadores da defesa.

O jogador de 20 anos foi chamado ao Mundial Sub-17 de 2015, tendo realizado os cinco jogos do Brasil como titular. Pela equipa principal do São Paulo, Militão totaliza 39 aparições e 3 golos marcados.

Fonte: zerozero.pt


Adiciona um comentário