Declarações

O esclarecimento de Diogo Faria relativo às invenções dos Cartilheiros

Diogo Faria, comentador residente do Universo Porto do Porto Canal, foi, nos últimos dias, envolvido numa polémica proveniente das redes sociais oficiosas do Benfica. Segundo uma tese montada por alguns destes integrantes, Diogo Faria teria sido colega do alegado hacker dos emails do Benfica, Rui Pinto, pelo que isso envolveria directamente o Diogo e o FC Porto.

Esta situação chegou inclusivé ao famoso “ALERTA CM” no domingo à noite, num programa da CMTV. De pronto, Diogo Faria prestou os seguintes e cabais esclarecimentos.

Entre 2008 e 2011, fui colega de Rui Pinto na licenciatura em História da Faculdade de Letras do Porto. Em algumas disciplinas, integrámos as mesmas turmas, normalmente com mais de 100 estudantes. Não somos amigos, nunca fomos, nem temos círculos de amigos em comum. Não o vejo, seguramente, há mais de cinco anos, e não mantenho ou mantive qualquer contacto direto ou indireto com ele. Evidentemente, não faço a mais pequena ideia se têm algum fundamento as notícias que o apontam como hacker.
Porque não devo explicações a ninguém, muito menos a toupeirinhas avençadas, optei por não reagir ao que desde ontem à noite tem sido veiculado sobre mim pela comunicação oficiosa do Benfica. Não sinto, obviamente, qualquer necessidade de responder a essa gente. Publico agora este esclarecimento porque as insinuações que têm propagado estão a ter eco, pelo menos, na CMTV, a quem já tive a oportunidade de transmitir o que aqui escrevi. 

Adiciona um comentário