Noticias

Polícia travou ataque de ‘casuals’ do Benfica no clássico

A pronta intervenção de várias valências da Polícia de Segurança Pública, nomeadamente elementos do Corpo de Intervenção, travou um ataque preparado por ‘casuals’ ligados ao Benfica na Alameda do Dragão, cerca de uma hora antes do início do clássico FC Porto-Benfica, disputado na passada sexta-feira.

As forças da ordem tiveram que recorrer ao uso de balas de borracha para travar a tentativa de investida dos adeptos que chegaram de metro à zona da igreja das Antas com o firme propósito de provocar desacatos na ordem pública.

Vestidos com cores escuras e sem adereços clubísticos visíveis, cerca de 200/300 adeptos concentraram-se na estação de metro de Santo Ovídio, em Gaia, deixando as respetivas viaturas junto a um supermercado da zona. Depois viajaram até ao Dragão fora da caixa de segurança e tentaram descer a Alameda do Dragão sem as mínimas condições e com o objetivo claro de causar desacatos.

Muitos adeptos do FC Porto costumam estar concentrados nessa área e o encontro entre ambos foi inevitável, gerando-se um clima hostil. A polícia apercebeu-se da situação e teve de recorrer a balas de borracha para impor a lei. Foi necessário fazer uma segunda caixa de segurança para encaminhar os ‘casuals’ do Benfica através de um túnel para os fazer chegar dentro do estádio. A polícia antecipou aquilo que poderia resultar em graves confrontos e com consequências inimagináveis.

Fonte: Abola.pt


Adiciona um comentário