Noticias

Pouco importa se é Soares, ou Marega ou Aboubakar que joga

Aboubakar chegou aos 100 jogos com a camisola do FC Porto poucos meses depois de ter renovado contrato. A boa temporada explica-se também com o facto de jogar habitualmente ao lado de outro avançado

Aboubakar, apesar de não marcar há cinco jogos, ainda é o melhor marcador do FC Porto, com 26 golos. No dérbi da Invicta, da última jornada, voltou a ficar em branco, mas ajudou a equipa a regressar aos triunfos depois da derrota em Paços de Ferreira, a única em competições nacionais até à data. O Boavista foi o padrinho do centésimo jogo do camaronês com a camisola azul e branca, algo quase utópico há menos de um ano, visto que estava emprestado ao Besiktas e sem vontade de regressar. Sérgio Conceição “deu-lhe a volta”, convenceu-o a ficar no Dragão e a SAD acabaria por conseguir que renovasse contrato até 2021. “Espero conseguir retribuir ao FC Porto a aposta em mim ganhando o título de campeão nacional já esta temporada”, contou o camaronês, em declarações exclusivas a O JOGO a propósito do centenário que atingiu.

A vitória sobre o vizinho do Bessa foi a melhor forma de comemorar esse feito, embora tenha faltado um golo seu. “Para mim, o importante é marcar golos e ajudar o coletivo. Precisamos de ser campeões e sabemos o impacto que isso pode ter nos portistas”, acrescentou. Convencido de que o campeonato será disputado até ao fim, Aboubakar admite que era essencial dar uma resposta positiva após o desaire em Paços de Ferreira. “Depois desse jogo tínhamos de procurar vencer e mostrar que queremos realmente ganhar o título. Demonstrando esse empenho, Deus vai ajudar-nos a lá chegar. Esta temporada, se formos campeões, todos vão ficar satisfeitos e penso que vamos lá chegar”, atirou, valorizando o coletivo em detrimento do plano individual. “Hoje não é importante se faço cinco ou dez jogos, o importante é ganhar, ter vontade de ganhar e de ir buscar uma vitória a cada jogo para chegarmos ao título”, resumiu.

Fonte: ojogo.pt


Adiciona um comentário