Noticias

PSP manipulou apreensão de pirotecnia no Estádio da Luz no jogo contra o FC Porto

No derby entre Benfica-FC Porto, em Abril de 2015, a polícia divulgou ter apreendido 150 artigos pirotécnicos a adeptos dos dois clubes. Porém, segundo novos e-mails divulgados, 149 pertenceriam à claques dos encarnados.

Pouco a pouco o #polvo vai sendo desnudado, vai-se provando o esquema que dominava (ou será que ainda domina?) não só o futebol português como também amplos setores da vida pública da sociedade portuguesa.

Desta feita, ficamos a saber que em 2015, no final do benfica-FC Porto, o Comissário Rui Costa da PSP de Lisboa prestou declarações que não retratavam fielmente a verdade, protegendo claramente os adeptos do clube da luz.
Caso virgem? Não!

Basta recuar ao último FC Porto-slb disputado no estádio do Dragão, onde a PSP fez um balanço positivo da operação de segurança por não se terem verificado incidentes com gravidade. O problema é que a PSP “esqueceu-se” do ocorrido no cimo da Alameda do Dragão a cerca de 30 minutos do início da partida, com cerca de 600 elementos casuals do slb a gerarem o pânico, com as forças de autoridade a terem inclusivamente que recorrer ao uso de balas de borracha.

O que tem o Comando Nacional da Polícia de Segurança Pública a dizer sobre isto?
Vai-se manter num silêncio comprometedor?

Fonte: sababo

Adiciona um comentário