Noticias

Quem pode pertencer a turma de Conceição?

O FC Porto tem um leque pouco vasto de opções para quem disputa várias frentes e pede muito dos seus atacantes que são na sua grande maioria de grande potência física. As lesões de Otávio, Soares e agora de Marega e a pouca durabilidade de Corona aliada a irregularidade de Hernâni e juventude de Galeno demonstram que faz falta gente que ajude na frente para os lados do Dragão.

Aqui olhamos a tudo menos aos três grandes e por isso segue uma lista de jogadores que podem interessar aos azuis e brancos que se têm destacado por diversas razões.

Raphinha (21 anos, V.Guimarães)
Não é tão rápido como Hernâni nem tão mágico como Corona ou Brahimi nem tem a potência de Moussa Marega mas o jovem de 21 anos agenciado por Deco já foi referido como alvo de S.Conceição. Vertical e objectivo é dotado de uma leitura de jogo e capacidade de aparecer em zonas de finalização acima da média e tem sido uma das boas coisas que o Vitória tem dado ao campeonato. Soares chegou pela mesma altura o ano passado e foi fulcral na última parte da época e o Porto poderá pensar em Raphinha para aumentar a competitividade nas linhas.

Fabricio (27 anos, Portimonense)

O brasileiro tem faro de golo e capacidade de remate fácil, joga bem de cabeça e chuta com os dois pés. Já leva 6 golos em época de estreia na Primeira Liga e tem dado muito trabalho aos seus adversários compondo um dos ataque mais entusiasmantes da nossa Liga. Seria um bom acréscimo aos quadros do FC Porto para fazer companhia a Aboubakar e Tiquinho Soares.

Whelton (25 anos, Paços Ferreira)

Não tem sido tão sonante como na época passada devido a lesão sofrida ainda na pré-temporada mas o “Hulk dos Pequeninos” já provou que faz toda a diferença na nossa Liga. O Paços de Ferreira deste ano não tem estado em destaque mas Whelton tem voltado a subir o rendimento e já leva 3 golos esta temporada e mais umas quantas arrancadas que desequilibram qualquer adversário. O golo no Dragão é tudo aquilo que se espera e que define o tipo de jogador que é.

Rodrigo Pinho e Ricardo Valente (Maritimo)

Talvez os menos consensuais nesta lista. O futebol do Marítimo não é vistoso mas é eficaz e muita dessa eficácia se deve aos dois homens que têm dado que falar na frente. Ambos com 26 anos e de características idênticas encaixam nesta lista pois têm tudo aquilo que Sérgio Conceição pede aos seus avançados. Mobilidade, resiliência, competitividade e uma crença inabalável em qualquer disputa de bola do minuto um ao minuto noventa. Os dois juntos já fizeram 9 golos e umas quantas assistências e são ossos duros de roer que o diga quem os marca no Caldeirão.

A esta lista poderão ainda juntar-se os já aqui referenciados Etebo (Feirense) e o nipónico Nakajima (Portimonense). Sem nunca esquecer os também já falados João Amaral e Gonçalo Paciência (este com a vantagem de já pertencer aos quadros). O possante egípcio Hassan Koka (SC Braga) que ainda que underrated continua a demonstrar dotes de goleador e uma execução técnica acima da média aliado ao forte jogo de cabeça. E os criativos Rúben Ribeiro (Rio-Ave) e Xadas (SC Braga) que para além de um clássico dez encantam quando caem numa linha como tem provado Xadas e a sua parceria com Esgaio que parece muito melhor lateral pois é servido com qualidade. O preço não será tão agradável como o dos anteriormente referidos mas tem selo de qualidade.

Quem seria o melhor reforço para o FC Porto? Ou deixará escapar e ficar ligado a mais um “Caso Lima”?

Fonte: É Só Encostar


Adiciona um comentário