Noticias

Sérgio Conceição entre a sorte e a frustração: “É preciso dar mais, a começar por mim”

Sérgio Conceição realça que o FC Porto continua a depender de si próprio

Sobre o jogo: “O Belenenses em três remates fez dois golos, nós tivemos muitas ocasiões, conseguimos criar perigo, mas a ineficácia foi grande. Depois de sofremos o golo o Belenenses sentiu-se ainda mais confortável na forma como veio jogar, dando a iniciativa o FC Porto e procurando criar perigo nas transições defesa-ataque.”

A sorte: “Foi incompreensível alguma precipitação na hora de decidir, mas mesmo assim fomos criando oportunidades. Na segunda parte voltamos a criar diversas situações de golo. Não me quero agarrar à sorte, mas houve oportunidades para empatar e o jogo teria ficado diferente. Num lance de bola parada, o Belenenses marcou e matou o jogo.”

Adeptos e mais: “Uma palavra aos adeptos nesta hora em que todos sentimos alguma frustração e desilusão. Fica difícil, mas dependemos de nós. Estamos conscientes de que temos de ganhar estas seis finais que nos faltam. Falar é fácil, é preciso sentir e interiorizar em campo e isso começa por dar mais, a começar por mim. Hoje sinto que podíamos ter feito um pouco mais, a começar por mim. Como líder deste grupo assumo a responsabilidade desta derrota!”

Erros: “O Reyes tinha problemas físicos e só treinou dois dias, o Osorio teve 15 dias a preparar este jogo connosco. Erros todos cometemos, eu também cometo. Eu sou o primeiro a assumir, eu sou o culpado desta derrota. Não vamos agora tentar encontrar culpados. Acreditem que vamos lutar até ao fim para conseguir este título tão desejado. Mesmo depois de acabar o jogo os adeptos mostraram força e apoiaram”

Aves: “O principal foco agora é treinar e ganhar ao Aves e somar três pontos. Não podemos pensar no que vem daqui a dois ou três jogos. Agora vamos treinar, analisar o que fizemos de negativo e de positivo, porque sendo poucos, houve coisas positivas.”

Fonte: Ojogo.pt

Adiciona um comentário

Segue-nos no Facebook

Mais vistos