Noticias

Sérgio Conceição: “Penso nas memórias quando estiver desempregado”

O técnico não esquece os 3 golos que marcou na vitória de Portugal diante da Alemanha, no Euro’2000.

“Quando estiver desempregado, aí sim vou lembrar-me dos bons momentos, e esse fará parte. Agora, enquanto treinador, o foco está no jogo com o Feyenoord”.

A afirmação é de Sérgio Conceição durante a antevisão da partida com os holandeses, na ‘Banheira’ de Roterdão, a contar para a Liga Europa, quando questionado sobre os três golos que marcou na vitória (3-0) de Portugal diante da Alemanha, para o Euro’2000, no mesmo recinto.

Sobre o embate com o Feyenoord, Conceição assumiu o favoritismo mas deixou o aviso.

“Em termos teóricos temos um estatuto diferente das outras equipas, mas temos também de correr para ganhar os jogos. Transportamos muito do que nós somos, gosto que as minhas equipas ataquem, embora os jogadores também saibam que têm uma baliza para defender”

Segundo o técnico, a formação orientada por Jaap Stam – um antigo colega de equipa nos italianos da Lazio – segue a tradição holandesa.

“Olho para o Feyenoord e vejo uma equipa tipicamente holandesa, que marca muitos golos. Mas ao ver o duelo deles frente ao Rangers – derrota do Feyenoord por 1-0 – vi alguns comportamentos diferentes, o que é habitual, porque as equipas, muitas das vezes, adotam posturas diferentes nas competições europeias”, rematou Sérgio Conceição.

O jogo tem início hoje, quinta-feira, às 17h55, no estádio de De Kuip, em Roterdão.

O treinador do Feyenoord, Jaap Stam, atribuiu ao FC Porto o favoritismo. Otávio deixou a resposta:

“Usando uma expressão brasileira, isso é conversa fiada. No futebol não há nenhum clube ou jogador besta. Será de igual para igual e será um jogo decidido nos detalhes”.

O médio de 24 anos afirmou ainda que os Dragões entram em campo “sempre para ganhar“. 

Fonte: CMJornal.pt


Adiciona um comentário