Noticias

ÚLTIMA HORA: Fabiano

Guarda-redes entrou na fase final da recuperação a uma rotura de ligamentos do joelho direito e já voa durante os treinos individuais. A integração no grupo está para muito breve.

O calvário de Fabiano, sujeito a uma intervenção cirúrgica ao joelho direito no início de maio, tem os dias contados. O guarda-redes já começou a trabalhar com bola, no sentido de perceber em que estado se encontra e, até ao final deste mês, começará a prestar provas a Sérgio Conceição. Para trás terão ficado oito meses de recuperação a uma rotura de ligamentos, sofrida ao serviço do Fenerbahçe, e iniciar-se-á uma fase na qual espera corresponder às expectativas do treinador do FC Porto, que recentemente lhe dirigiu palavras de incentivo, colocando-o em pé de igualdade com José Sá, Casillas, Vaná e João Costa na luta pela baliza.

Até que o desconforto natural de quem está sem competir há tanto tempo seja ultrapassado, Fabiano continuará a trabalhar individualmente. No entanto, desde que Sérgio Conceição entrou no FC Porto que o brasileiro é visto como um elemento do plantel principal. A inclusão tem o dedo do treinador, que o conhece perfeitamente dos tempos do Olhanense e que, inclusive, o tentou levar para o Nantes. Conceição deu o aval à inscrição do guarda-redes na Liga Portuguesa, mesmo sabendo que não poderia contar com ele na primeira metade da temporada, e tem feito questão de o incluir nas reuniões de grupo. De resto, foi nessa condição que ainda recentemente participou na gala dos Dragões de Ouro.

Mais do que um problema, pelo facto de o plantel estar munido de quatro guarda-redes nesta fase, o regresso de Fabiano abre várias possibilidades. Casillas, que é pretendido noutras paragens [ver peça à parte], poderá deixar-se levar pelos convites que tem em carteira e Vaná, que ainda não somou qualquer minuto oficial, poderá ser cedido para ganhar mais experiência na I Liga. Menos provável é a saída de João Costa, que está a cumprir a primeira época em exclusivo no plantel principal, por ter o perfil pretendido para terceira opção para a baliza.

Treinador portista confia no brasileiro desde os tempos do Olhanense, deu o aval à sua inscrição na Liga e faz questão de o incluir nas reuniões de grupo. Inclusão abre as portas a outras opções

Fonte: ojogo.pt


Adiciona um comentário